RADIO GOSPEL

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Só a fé.



Ele é antes de todas as cousas. Nele tudo subsiste.
Ele é a cabeça do corpo, da igreja. Ele é o princípio,o primogênito de entre os mortos, para em todas as cousas ter a primazia.
Colossenses 1.17-18

Porquanto nele habita corporalmente toda a plenitude da Divindade. Também nele estais aperfeiçoados.
Colossenses 2.9-10
Conhecendo a cidade de Colossos: uma cidade romana da Ásia Menor localizada na base de um monte com pouco mais de 2400m de altura chamado Cadmo, no vale do rio Lico, ao leste de éfeso.Um próspero centro industrial, sobretudo famoso por seus tecidos, mas visivelmente em decadência na época de Cristo.
O judaísmo, o platonismo e os cultos de mistérios dos povos das regiões montanhosas vizinhas se fundiram em práticas religiosas estranhas e, muitas vezes, contraditórias . A adoração ritual a anjos, tendo como favorito Miguel, a quem era atribuído o mérito de poupar a cidade em uma época de desgraça.
Aqui Paulo apresenta Jesus como o Criador do universo, o Sustentador da terra e de todo seu sistema, e a autoridade sobre todas as coisas.
A realidade Espiritual em Colossos não é muito distante da verificada hoje no Brasil( evangélico ou não), uma busca por acessórios da fé cristã.Eles praticam uma busca fútil por algo mais. Esse é um fogo herético em parte abanado pela falsa noção de que a salvação é insuficiente para transformar os crentes e equipá-los para a vida cristã. Aqueles que estão sob a influência desta falsa noção acreditam que precisam de algo mais — mais de Cristo, mais do Espírito Santo, um tipo de experiência de êxtase, visões místicas, sinais, maravilhas, milagres, uma segunda bênção, línguas, níveis espirituais mais elevados ou mais profundos, ou o que quer que seja.
Ter Jesus é ter todo recurso espiritual. Tudo que necessitamos se acha nEle. Em vez de tentarmos acrescentar algo a Cristo, devemos simplesmente aprender a usar os recursos que já possuímos nEle.

Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor, no qual temos a redenção, a remissão dos pecados. Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; pois nele foram criadas todas as cousas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele. Ele é antes de todas as cousas. Nele tudo subsiste. Ele é a cabeça do corpo, da igreja. Ele é o princípio, o primogênito de entre os mortos, para em todas as cousas ter a primazia, porque aprouve a Deus que nele residisse toda a plenitude, e que, havendo feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as cousas, quer sobre a terra, quer nos céus. (cap1vv. 13-20)
O apóstolo faz um profundo sumário quando diz que em Cristo estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento (2.3), porque nEle habita corporalmente toda a plenitude da Deidade (2.9). Ele é o Cabeça de todo principado e potestade (2.10). Ele é a própria vida (3.4)! O que mais poderia dizer o apóstolo para asseverar a absoluta suficiência de nosso Senhor?
O erro com o qual Paulo estava lidando tinha muitas facetas. Parece claramente ter sido uma antiga forma de gnosticismo. Os hereges de Colossos alegavam que Cristo sozinho não poderia levantar alguém ao nível espiritual mais alto. Eles defendiam uma variedade de aditivos espirituais, incluindo a filosofia (2.8-10), o legalismo (2.11-17), o misticismo (2.18-19) e o ascetismo (2.20-23).
A sabedoria humana não pode enriquecer a revelação dada por Deus. De fato, ela inevitavelmente resiste e contradiz a verdade divina. Mesmo o melhor da sabedoria humana é mera tolice em comparação com a infinita sabedoria de Deus.
Nossa suficiência em Cristo se fundamenta na completa salvação e no completo perdão, os quais Paulo descreve nos versículos 11 a 14. Ele diz que temos passado da morte espiritual para a vida espiritual através do perdão das nossas transgressões (v. 13). No versículo 14, ele traça um quadro vivido desse perdão, dizendo que Cristo "tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz". Quando alguém era crucificado, a lista de seus crimes era sempre pregada à cruz exatamente acima de sua cabeça. Sua morte era o pagamento por aqueles crimes. Os crimes que pregaram Jesus à cruz não foram os dEle, mas os nossos. Por haver Ele tomado sobre Si a nossa pena, Deus apagou o "escrito de dívida" que era contra nós.
O legalismo é tanto uma ameaça à igreja hoje como o foi em Colossos. Mesmo nas igrejas evangélicas há muitas pessoas cuja certeza de salvação está baseada em suas atividades religiosas, ao invés de confiarem somente no Salvador todo-suficiente. Elas presumem que são cristãs porque lêem a Bíblia, oram, vão à igreja ou realizam outras funções religiosas. Elas julgam a espiritualidade na base da atuação externa em lugar do amor interno a Cristo, do ódio ao pecado e de um coração devotado à obediência.
Não se intimide pelas expectativas legalistas e superficiais da parte de outras pessoas. Deixe que seu comportamento seja o resultado do seu amor a Cristo e das santas aspirações produzidas em você pela habitação do Espírito e pela presença permanente da sua Palavra (Colossenses 3.16).
Ninguém se faça árbitro contra vós outros, pretextando humildade e culto dos anjos, baseando-se em visões, enfatuado sem motivo algum na sua mente carnal, e não retendo a Cabeça, da qual todo o corpo, suprido e bem vinculado por suas juntas e ligamentos, cresce o crescimento que procede de Deus.
(Colossenses 2.18-19)
O misticismo ainda está bem vívq e continua usando a intimidação espiritual para rebaixar os inexperientes. Com freqüência, as pessoas que hoje dizem ter tido visões celestiais ou experiências fascinantes estão simplesmente inchadas com vãs noções, usando suas alegações para intimidar os outros a exaltá-las. Como escreveu o apóstolo Paulo aos crentes em Colossos, esse tipo de misticismo é o produto de uma mente orgulhosa e não-espiritual. Aqueles que o abraçam apartaram-se da suficiência que possuem em Cristo, o qual produz a verdadeira espiritualidade. Não seja intimidado por eles.
Aparentemente, os místicos de Colossos alegaram que qualquer um que não tivesse semelhantes visões esotéricas ou que não abraçasse semelhantes doutrinas estava desqualificado para obter o prêmio da espiritualidade verdadeira. Na realidade, eles mesmos eram os desqualificados (1 Coríntios 9.27).
O misticismo também destrói o discernimento. Porque as pessoas pensariam por si mesmas ou comparariam o que lhes é ensinado com a Escritura, quando seus professores alegam receber a verdade diretamente do céu? Assim o misticismo se torna um instrumento através do qual líderes inescrupulosos podem extrair dinheiro e honra do rebanho, por meio de experiências fabricadas, tirando vantagem da ingenuidade das pessoas.
Você está descansando e confiando na suficiência de Cristo? Cristo é tudo para você? Se é, agradeça-lhe por sua plenitude. Se não, talvez você esteja confiando na falha, enganosa e inepta sabedoria humana; em rituais religiosos sem significação; ou em algum tipo de experiência mística criada em sua própria mente e sem relação com a realidade. Talvez você tenha pensado que sua própria auto-renúncia ou o sofrimento que você impôs a si mesmo de algum modo irá ganhar o favor de Deus. Se esse é o caso, ponha tudo isso de lado e com simples fé, como de uma criança, abrace o Cristo ressurreto como seu Senhor e Salvador. Ele lhe dará completa salvação, completo perdão e completa vitória. Tudo que você necessita na dimensão espiritual, no presente e na eternidade, se encontra nEle. Arrependa-se de seu pecado e submeta a Ele a sua vida!
Fonte: A procura de algo mais; John MacArthur

Um comentário:

  1. 2ª Blogagem Coletiva: Sinais Do Fim Dos Tempos – Prenúncios Da Volta De Cristo! - ed. 2010

    Quase um ano se passou desde a “1ª Blogagem coletiva: Sinais do fim dos tempos – Prenúncios da volta de Cristo!”, que se realizou no dia 30 de Novembro de 2009, e hoje estou aqui para te convidar para participar da" 2ª Blogagem Coletiva: Sinais Do Fim Dos Tempos – Prenúncios Da Volta De Cristo! - ed. 2010"

    Se você quiser participar, deverá publicar em seu blog um post relacionado ao tema proposto “Sinais do fim dos tempos - Prenúncios da volta de Cristo!” – no próximo dia 07 de Dezembro.

    As regras para participar e mais detalhes estão no meu blog: Eu sou o mensageiro!

    "http://aureliomcgomes.blogspot.com/2010/10/2blogagemcoletivasinaisdofimdostempos.html"
    "ou clique aqui -> Post - 2ª Blogagem Coletiva: Sinais Do Fim Dos Tempos – Prenúncios Da Volta De Cristo! - ed. 2010"

    Obrigado pela atenção, peço e espero que você participe.

    Amo ler seus comentários e tenho prazer em responde-los

    "...:: Vote No Blog - seu voto é importante ::..."
    "http://aureliomcgomes.blogspot.com/"
    "Blog Eu Sou o Mensageiro!"

    Fique na paz do Senhor
    Será um prazer ler seus comentários,
    Faça um Blogueiro mais feliz, COMENTE!

    Atenciosamente,
    "Aurelio MC Gomes - Blog Eu Sou o Mensageiro!"

    ResponderExcluir